1 2 3 4

Entrevista com Marina Carvalho

Olá meninas! Hoje eu estou muito feliz e adivinhem o motivo? Sim, como vocês já devem ter lido no titulo eu consegui uma entrevista com uma nova escritora brasileira que está bombando. Marina Carvalho, haha. Tudo de bom né? Confiram a entrevista, espero que gostem :D

Marina Carvalho é professora, jornalista e mãe. Passa os dias diante de um objeto plano e retangular, seja o quadro negro da escola onde trabalha ou a tela do computador. Escrever é uma de suas maiores alegrias. Sempre foi uma ávida leitora. Está sempre com um livro debaixo do braço e outro na cabeceira da cama: eles são seus companheiros de todas as horas. Quando criança devorava as revistinhas da Turma da Mônica. Formou-se em Jornalismo pela PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação. Hoje é professora de Língua Portuguesa e Literatura, não à toa, já que morre de amores pelas palavras. "Simplesmente Ana" é seu livro de estreia.

Meninas Quase Invisíveis- Simplesmente Ana é seu livro de estreia, mas você também já escreveu Ela é uma fera. Qual dos dois foi mais difícil de escrever? E de onde surgiu a ideia para a historia de cada livro? 

Marina Carvalho- Talvez o “Simplesmente Ana” tenha sido mais fácil porque é uma história que eu criei, a partir dos contos de fadas que amo, aqueles antigos, contados lindamente pela Disney. Já o “Ela é uma fera!”, por ser uma adaptação de um clássico de Shakespeare, me deu um pouco mais de trabalho, embora seja bem mais curto. Ambas as ideias nasceram da paixão que tenho pelos dois mundos: o das princesas e o do dramaturgo fantástico inglês.

MQI- Você sempre gostou de escrever? Quando você realmente percebeu que estava preparada para ser uma escritora? 

Marina- Sempre escrevi, desde bem nova. Adorava inventar histórias e escrevê-las em cadernos de capas bonitas, com canetas coloridas. (risos) Não sei dizer quando senti que estava preparada para me tornar uma escritora com livro publicado. Eu simplesmente decidi arriscar e ver no que dava. Mas precisei de muita força para encontrar essa confiança.


MQI- O que é o melhor em ser escritora? 

Marina- Acho que o melhor, depois de ver o livro nas livrarias de todo o país, vendendo bastante, é o contato com os leitores. Não existem palavras suficientes que descrevam minha emoção ao receber as mensagens de carinho, de incentivo, de apoio dos inúmeros leitores que me procuram para falar de minhas histórias. Esse retorno não tem preço.

MQI-  Quanto tempo você demorou para escrever cada livro e quais foram os maiores obstáculos? 

Marina- Levei cinco meses para escrever “Simplesmente Ana”, um mês para “Ela é uma fera!” e seis meses para “Azul da cor do mar”, meu próximo lançamento pela Novo Conceito. Meu obstáculo é minha rotina atribulada. Meu dia bem que poderia ter umas 30 horas, pelo menos. (risos)

MQI-  Ultimamente o mercado literario nacional vem crescendo bastante, da atualidade quais são seus escritores brasileiros preferidos? 

Marina- É verdade. Temos vários autores incríveis, que não ficam devendo nada aos internacionais, não é mesmo? Bom, entre tantos escritores maravilhosos, destaco Carol Sabar, Paula Pimenta e Carina Rissi como minhas favoritas. Elas trabalham com as palavras de modo simples, leve, sem firulas, além de abordarem temas que amo: romance, um pouco de humor...


MQI-  E quais são livros preferidos?

Marina- Tenho vários livros na minha lista de preferidos, então vou citar o top dos top: “Orgulho e Preconceito”, da Jane Austen.

MQI- O que mais gosta de fazer no tempo livre?

Marina- Quando não estou trabalhando, gosto de ler, curtir minha família e viajar.

MQI-  O que te inspira a escrever? 

Marina- Eu me inspiro no mundo ao meu redor. Sou muito observadora, gosto de olhar as pessoas, perceber seus comportamentos. Isso me ajuda a visualizar minhas histórias. Outro dia mesmo vi uma menina de uns nove anos passeando por uma livraria de mão dada com um garoto um pouco mais velho. Parecia irmão dela. Aí, puf! Surgiu uma ideia. (risos)


MQI- Você e a Ana (personagem de Simplesmente Ana) tem muito em comum? Se sim, o que?  

Marina- Costumo dizer que o que a Ana tem de mais parecido comigo é a “mineirice”. Sou uma mineira orgulhosa do meu Estado, amos as montanhas de Minas, suas paisagens, a culinária, como a Ana também.

MQI- Eu soube que você irá lançar a continuação de Simplesmente Ana. O que podemos esperar desse livro?  

Marina- Hum... Muita emoção. Espero. (risos)

MQI- Quais são seus próximos projetos? 

Marina- Meu próximo livro, “Azul da cor do mar”, está prestes a ser lançado. Além disso, estou terminando de escrever a continuação de “Simplesmente Ana”. E já venho trabalhando numa nova história, agora um “new adult”.

MQI- Bom Marina, nossa entrevista está chegando ao fim. Gostaria de por último lhe perguntar: Qual a dica que você dar para alguém que um dia deseja ser escritora? 

Marina-  Escrever exige rotina e disciplina. Quem quer se tornar um escritor precisa gostar muito de ler, além de escrever diariamente, para aprimorar o vocabulário e as técnicas de escrita.


Pessoal, e aí? Me contem tudo nos comentários, gostaram da entrevista? Espero que sim viu? Afinal foi feita com todo o carinho e para comemorar um ano do MQI! Quero agradecer muito a Marina por ter respondido todas as perguntas com toda simpatia e carinho! 

Acompanhe a Marina pelo site dela e pelo skoob também. Não se esqueça de ler a resenha de Simplesmente Ana aqui do blog e nem de ver a entrevista que fiz com a escritora Carol Sabar, também! Beijinhos beijinhos e até mais. 

11 comentários:

  1. Aaaaah, que bom que vc fez uma entrevista com a Marina, simplesmente amooo ela e já estou ansiosa para o lançamento dos novos livros!! Muito obrigda por ter dado a oportunidade de conhecer melhor a escritora. E parabéns pelo 1 ano do blog!

    ResponderExcluir
  2. Fico bastante feliz que tenha gostado também Isabella, sempre que conseguir trago novas entrevistas aqui pro blog <3

    ResponderExcluir
  3. Adorei a entrevista. Sonho em ser escritora, esse post me fez querer ainda mais terminar de escrever o livro que eu já comecei!!! hehe
    Beijos,
    pasteldemaca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente amei essa entrevista. Tão perfeita *-*. Como ela consegue ser professora e escritora ao mesmo tempo :o

    Beijos
    http://brilhonoolhar10.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Estou chorando glitter com essas sua entrevista, hahaha.
    Ela é uma das minhas escritoras nacionais prediletas, e acho seus livros INCRÍVEIS!
    A entrevista ficou ótima, me inspiro cada vez mais em escrever quando leio esse tipo de coisas, haha.

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  6. Oiiiiii, lindoo seu blog
    da uma passadinha no meu cantinhoo
    se gostar me segue, sigo de volta
    Tenha uma otimaa semana
    http://umagarotacitouu.blogspot.com.br/

    Beeijos

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que legal! Ficou ótima a entrevista e você leva jeito para a coisa.
    Sucesso com o blog ;) conexahollywood.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Que bom que gostaram e que se inspiraram, haha. Ela também é uma grande inspiração para mim. Sempre que puder, e conseguir, trago mais entrevistas como esta :D

    ResponderExcluir
  9. A Marina é maravilhosa, né? Amo seus livros!

    ResponderExcluir
  10. Wow, parabéns pela entrevista!! ♥♥ Adorei as respostas e principalmente as perguntas, hehe ^~^
    http://daniperere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Gostei, Gostei! Bastante legal! parabéns !
    http://missrary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Meninas Quase Invisíveis | Layout por A Design